A cerimônia de posse da juíza Gisele de Cássia Vieira Dias Macedo, titular da 42ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, como nova desembargadora do TRT3 foi realizada na tarde de hoje, 1º de setembro, no gabinete da Presidência do Tribunal, em Belo Horizonte. A nova desembargadora foi nomeada pelo critério de merecimento em vaga decorrente da aposentadoria do Desembargador João Bosco Pinto Lara.

Fotos: TRT3

Seguindo os protocolos implantados com o objetivo de prevenir a disseminação da Covid-19, a cerimônia foi restrita a poucos convidados e foi transmitida ao vivo pelo Instagram oficial do TRT. Representado a Amatra3, o Juiz Renato de Paula Amado, presidente da Associação esteve presente, além da Desembargadora aposentada, Maria Laura Franco Lima de Faria, ex-presidente do TRT3 e do esposo da empossada Reginaldo Xavier de Macedo.

Durante a posse, a nova desembargadora foi homenageada com a Ordem do Mérito Judiciário Desembargador Ari Rocha, recebendo a medalha no grau Grã-Cruz.

Em seu discurso, Gisele destacou que o momento é de profunda gratidão. “Tenho muita gratidão à Deus, por ser uma pessoa de fé e por ter me iluminado na escolha do curso de Direito, aos meus amados pais e irmãos, por sempre me apoiarem nas minhas escolhas, gratidão ao meu esposo Reginaldo pela amor conjugal, companheirismo e incentivo desde que nos conhecemos e aos filhos Daniel e Gabriela “que vieram nessa vida para me ajudar a evoluir espiritualmente”.

Mais adiante a empossada agradeceu ao desembargador aposentado, Manoel Candido Rodrigues “pelo empréstimo de quantos livros eu precisei para estudar para o concurso para juiz do trabalho”, e demonstrou gratidão a todos os seus professores, principalmente Alice Monteiro de Barros e Ildeu Leonardo Lopes, além do Ministro Carlos Alberto Reis de Paula e do Desembargador Antônio Álvares da Silva “que me ensinaram na UFMG a importância do Direito do Trabalho” e ao professor Orlando Adão de Carvalho “que ensinou que a para ser um bom juiz precisa mais ter e usar a lógica do que muitas teorias”. Gisele agradeceu ainda aos juízes, desembargadores e servidores do TRT, além da Desembargadora aposentada Maria Laura Franco Lima de Faria “que confiou em mim o legado do seu gabinete”.

Finalizando a Desembargadora disse que hoje é uma pessoa privilegiada “por exercer há praticamente 29 anos a profissão de Juíza Federal do Trabalho, que livremente escolhi, e que exerço com muita dedicação e amor, e que se fosse para eu recomeçar tudo de novo eu o faria”.

A Diretoria da Amatra3 mais uma vez deseja à associada pleno êxito na nova função.

Sobre a DesembargadoraGraduada em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1988, ela foi aprovada no concurso público para o cargo de juíza substituta do trabalho do TRT-MG em 14/10/1991. Atuou então como substituta até 1994, quando foi promovida a juíza titular. No cargo, passou pelas Varas do Trabalho de Teófilo Otoni, 1ª de Montes Claros, 1ª e 3ª de Coronel Fabriciano, Itabira e 1ª de João Monlevade. De lá, transferiu-se como titular para a 1ª VT de Congonhas até alcançar a 2ª e posteriormente a 42ª de Belo Horizonte, deixada agora com a promoção para desembargadora.