Entre os objetivos do grupo está a discussão de políticas, garantias, direitos e prerrogativas vinculadas aos magistrados e magistradas substitutos

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), instituiu, pela portaria nº 21/2019, a Comissão Nacional de Juízes do Trabalho Substitutos para o biênio 2019/2021. O grupo será integrado pela presidente, Noemia Porto, e mais cinco magistrados representativos de cada uma das regiões geográficas do país. São eles:

Ananda Tostes Isoni (Amatra 15/Campinas e Região) – Região Sudeste

Higor Marcelino Sanches (Amatra 21/RN) – Região Nordeste

Márcia Martins Pereira (AMATRA 23/MT) – Região Centro-Oeste

Raquel Albuquerque de Medeiros Mello (AMATRA 4/RS) –  Região Sul

Vitor Graciano de Souza Maffia (AMATRA 11/AM e RR) – Região Norte

A Comissão Nacional de Juízes e Juízas Substitutos tem como principal objetivo debater e propor estratégias para atuação mais eficaz em prol da categoria. Também servirá de canal de interlocução com a Presidência da Anamatra nas questões relativas às políticas, garantias, direitos e prerrogativas especialmente vinculadas ao mister dos magistrados e magistradas substitutos, nos casos de maior interesse, complexidade e transcendência.

Fonte: Anamatra