Posse dos 146 candidatos aprovados nos sete TRTs indicados está programada para ocorrer no dia 5 de abril

A Anamatra recebeu, na tarde dessa quarta (13/3), visita dos candidatos aprovados no 1º Concurso Público Nacional Unificado para Ingresso na Carreira da Magistratura do Trabalho. Eles estiveram em Brasília, por convocação do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), para uma audiência destinada à escolha das respectivas lotações.

Na Anamatra, os aprovados foram recebidos pelo presidente da entidade, Guilherme Feliciano, e pelo diretor de Assuntos Legislativos, Paulo Boal. O presidente da Amatra 2 (SP), Farley Ferreira, que ciceroneou o grupo, também falou aos futuros colegas. O TRT 2 receberá cem dos cento e quarenta e sete novos juízes.

Em sua intervenção junto aos futuros juízes, Feliciano citou as conquistas e os trabalhos realizados pela entidade, em seus 43 anos de história, que impactam a sociedade, bem como o recente reconhecimento obtido pela entidade, por meio da pesquisa “Marcas de Quem Decide”, que colocou a Anamatra entre as cinco marcas mais lembradas e preferidas pelo público gaúcho, no quesito “Entidade Jurídica”.

Feliciano também enfatizou o trabalho da Anamatra no âmbito parlamentar, administrativo e judiciário, especialmente na defesa dos direitos e prerrogativas dos juízes e na valorização da Justiça do Trabalho e do Direito do Trabalho. Citou, ainda, a importância de a Anamatra coordenar, neste difícil momento, a Frente Associativa da Magistratura e o Ministério Público (Frentas), possibilitando catalisar os interesses das importantes associações que a integram.

O presidente da Anamatra lembrou, enfim, dos eventos realizados pela Anamatra, como o Conamat, cujas teses direcionam o trabalho da Anamatra, política e juridicamente, e das dezenas de convênios e parcerias disponíveis aos associados da Anamatra, como planos de saúde, crédito imobiliário, convênios acadêmicos (Brasil e exterior) e, mais recentemente, seguros de vida. Referiu também as negociações com a CEF para obtenção de taxas especiais em cheque especial, crédito consignado e crédito para aquisição de automóveis.

Lotação dos novos juízes – As 147 vagas do 1º Concurso Público Nacional Unificado para Ingresso na Carreira da Magistratura do Trabalho foram divididas entre sete Tribunais Regionais do Trabalho. O TRT da 2ª Região (SP) é o que possuía mais vagas disponíveis (100 no total), seguido pelos TRTs da 8ª (PA/AP) e 11ª (AM/RR) regiões, com 12 vagas cada, e o TRT 3ª Região (MG), com oito vagas. Os tribunais da 14ª (RO/AC) e 23ª (MT) possuíam sete vagas disponíveis e, completando a lista, o TRT 24ª Região (MS), com uma vaga.

A posse dos 146 candidatos aprovados nos sete Tribunais Regionais do Trabalho indicados está programada para ocorrer simultaneamente, nos sete regionais, no dia 5 de abril.

Fonte: Anamatra