Anamatra sedia reunião com dirigentes da ANPT, do Sinait e da Abrat

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) sediou, nesta terça (3/9), reunião com dirigentes da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), da Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (Abrat) e do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait).

A reunião teve como objetivo discutir estratégias de atuação conjunta para a valorização da Justiça, do Ministério Público, da fiscalização e da advocacia, entre as quais nas áreas de comunicação e parlamentar, para fortalecer o sistema trabalhista. “A ideia foi discutir uma pauta consensual de valorização das instituições e das carreiras, imprescindíveis para o equilíbrio das relações econômicas e trabalhistas”, aponta a presidente da Anamatra.

Nesse aspecto, a presidente recorda os resultados do relatório do Justiça em Números, divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com dados de 2018. O levantamento aponta que a rescisão do contrato de trabalho/verbas rescisórias permanece sendo a demanda mais recorrente do Poder Judiciário, segundo o CNJ. São mais de 43 milhões (43.942.179) de ações, na Varas Trabalhistas, versando sobre temas como seguro desemprego, remuneração, verbas indenizatórias, diferenças salariais e responsabilidade civil do empregador/indenização por dano extrapatrimonial no primeiro grau e mais de 5 milhões (5.231.878) na segunda instância.

Participantes – Também participaram, pela Anamatra, o vice-presidente, Luiz Colussi, e o juiz Valter Pugliesi, do Conselho Fiscal. Pelas demais entidades estiveram presentes os presidentes da Abrat e da ANPT, respectivamente, Alessandro Camarano e Angelo Fabiano, a vice-presidente do Sinait, Rosa Maria Campos Jorge, e a diretora adjunta do Sindicato, Vera Lúcia Jatobá.

Fonte: Anamatra