800px_2022_0512_Pleno_LeoAndrade.jpg

Em sessão híbrida realizada nesta quinta-feira (12/5), os juízes titulares Ricardo Marcelo Silva (41ª Vara do Trabalho de BH), Maria Raquel Zagari Valentim (46ª Vara do Trabalho de BH) e Maria Cristina Diniz Caixeta (47ª Vara do Trabalho de BH) foram eleitos pelo Tribunal Pleno, pelo critério de merecimento, como integrantes da lista tríplice que será enviada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública para a escolha do novo desembargador do TRT-MG.

A vaga surgiu em decorrência da aposentadoria do desembargador Jales Valadão Cardoso. Para fundamentar seus votos, os membros do Pleno analisaram parâmetros como desempenho, presteza, produtividade, aperfeiçoamento técnico e conduta ética dos postulantes à vaga, como preconiza a Resolução 106/2010 do CNJ.

400px_RicardoMarcelo_RaquelZaghariMaCristinaDCaixeta.jpg

Os juízes Ricardo Marcelo Silva, Maria Raquel Zagari Valentim e Maria Cristina Diniz Caixeta – Fotos: Leonardo Andrade

No início da sessão, o presidente do tribunal, desembargador Ricardo Antônio Mohallem, fez uma homenagem ao centenário de nascimento do ministro do TST Luiz Philippe Vieira de Mello, que nasceu em 26 de abril de 1922. Segundo o presidente, o ministro foi um baluarte da Justiça do Trabalho, pois, além de magistrado, que iniciou sua carreira no TRT-MG, também foi professor de Direito do Trabalho na PUC/MG. Ele faleceu em Belo Horizonte em 18 de agosto de 2001.

“O ministro Luiz Philippe Vieira de Mello marcou a trajetória de vida do TST nos anos em que exerceu a judicatura na mais alta corte até a sua aposentadoria em maio de 1990. Impressiona que o ministro Vieira de Mello tenha dedicado sua vida pessoal e profissional, por quase meio século, à Justiça do Trabalho, grande parte dela aqui na Terceira Região. Muito do que temos aqui hoje se deve ao legado do ministro. Ele é um modelo de homem e de magistrado para todos nós e para as futuras gerações”, enalteceu o desembargador Ricardo Mohallem.

Após o Tribunal Pleno, teve início a sessão do Órgão Especial que, entre outras matérias administrativas, referendou as aposentadorias dos servidores Antônio Carneiro Filho, Denise Rodrigues de Resende Chaves Ferri, Geraldo Luiz Campos e Valdir Leite da Silva.

Fonte: TRT3